o check up da sua saúde através dos nossos testes

pt-br
  • en
  • es
  • it
  • ru
Differenze tra intolleranze e allergie alimentari

Diferenças entre intolerâncias alimentares e alergias.

Os laboratórios Daphne Lab® são especializados no campo das intolerâncias alimentares há mais de 15 anos. Internacionalmente, agora estão presentes em mais de 20 países ao redor do mundo com uma tecnologia exclusiva e patenteada para testar intolerâncias alimentares de terceira geração. Perguntamos qual é a diferença entre a intolerância alimentar e a alergia.

A diferença entre alergias alimentares e intolerâncias alimentares é muito sutil, mas profundamente diferente. Embora os sintomas possam ser praticamente semelhantes, como inchaço, problemas respiratórios, dermatite, fadiga crônica, problemas intestinais, dores de cabeça, etc. As diferenças entre os dois distúrbios são muito diferentes.

Nossos pesquisadores, em particular o fundador dos laboratórios Dr. Luigi Di Vaia, desde 1994, identificaram uma fórmula extremamente racional e hoje ainda em uso.
“Alergias alimentares tendem ao aumento súbito de uma reação positiva do sistema imunológico em um curto período e até mesmo a pequenas doses de alérgenos. As intolerâncias alimentares, por outro lado, tendem a diminuir gradualmente o sistema metabólico em um tempo muito longo, dependendo do fator dependente da dose da intolerância (o elemento alimentício que gera intolerância).

A fórmula é:
AL = (+SI x Db) / tb IA = (-SM x Da) / ta

A chave para diferenciar as intolerâncias das alergias é certamente baseada nesses três fatores analíticos:

1. Sistemas que estão mais envolvidos (sistema imunológico ou sistema metabólico);
2. Tempo de reação (baixo ou alto-dilatado) baixo para alergias e alto para intolerâncias;
3. Dose do alérgeno ou agente intolerante que ocorrem em certos gradientes escalares de doses no caso de alérgenos, mesmo em pequenas doses, no caso de intolerância de gradiente estratificado.

Para dar um exemplo, é uma alergia quando você come apenas um bocado de macarrão com cogumelos e depois de menos de um minuto você tem uma reação imunológica muito forte, então o alérgeno é muito pequeno, os tempos são muito curtos, o sistema envolvido positivo, em uma reação aumentada na hiperexcitação, é o sistema imunológico. Comer pizza três vezes por semana e depois se sentir cansado e inchado por um longo tempo, então são intolerantes a altas doses e frequências e estratificados ao longo do tempo. O sistema metabólico está envolvido de forma negativa, portanto, em uma potencial fase de redução, e os tempos de reação podem ser obtidos mesmo após 72 horas da primeira ingestão do agente intolerante. Muitas vezes, com intolerância, os sintomas também ocorrem após um abuso de alimentos por muitos meses, neste caso, é uma intolerância ao abuso.

Como podemos ver, existem dois fenómenos absolutamente diferentes, absolutamente distantes um do outro. Tanto no nível clínico quanto no diagnóstico. Estes dois fenómenos têm dois modos diferentes de resolução, duas abordagens diferentes e, acima de tudo, dois tipos de testes que são absolutamente diferentes e não se sobrepõem. Portanto, não podemos esperar que alergias possam resultar em intolerâncias ou vice-versa.

A fórmula matemática, que chamamos de equação sistêmica, que determina uma reação da intolerância é obviamente muito mais complexa do que está e baseada nos índices de alimentos intolerantes como calorias, índice glicêmico, colesterol, fibras e todo o seu perfil bromatológico, será possível determinar tempos de reação e doses a serem observadas para controlar intolerâncias. Em suma, por trás daquilo que nos anos 60 começou a ser uma primeira ideia sobre a abstinência de alimentos baseados na escuta do pulso do sujeito, hoje temos uma verdadeira engenharia de intolerâncias alimentares, uma ciência que pode levar à resolução de muitos distúrbios, muitas vezes de muitas patologias que normalmente a abordagem clínica clássica não foi capaz de resolver.

É claro que, como em todos os casos e para todas as terapias, é sugerido uma avalição de um profissional especializado, e nosso objetivo é promover acesso a informações para os profissionais que muitas vezes não conseguem reconhecer as diferenças entre alergias e intolerâncias e reivindicar o tratamento com uma melhor abordagem. Pois para muitos profissionais as intolerâncias alimentares são um embuste, por não saber como abordá-las, e de como resolvê-las. E para isso oferecemos a base dessa ciência da engenharia das intolerâncias e pode escolher o teste certo e a terapia correta. Com este método, há mais de 15 anos no mercado internacional, temos mais de 8.000 clientes por ano, com um índice de satisfação que excede 75% “.

Copyright - Todos os direitos reservados.